Hidrogénio Básico

História

O hidrogénio foi o primeiro composto a ser produzido por Theophratus Bombastus von Hohenheim (1493–1541), alquimista suíço, também conhecido como Paracelsus, misturando metais com ácidos. Paracelsus, no entanto, ignorava que o “ar explosivo” produzido através dessa reacção química fosse o hidrogénio.

Só em 1766, Henry Cavendish reconheceu este gás como uma substância química individualizada. Identificou o gás libertado a partir da reacção de metais com ácidos como sendo inflamável e descobriu que este gás produzia água quando é queimado na presença de ar.

Foi Antonie Lavoisier que, em 1783, deu nome de hidrogénio ao elemento químico e provou que a água é composta de hidrogénio e oxigénio.

A primeira utilização do hidrogénio foi em balões.

Embora este elemento seja o mais abundante no Universo, a sua produção na Terra é relativamente difícil, podendo ser obtido por:

  • electrólise
  • reacções de metais com ácidos
  • reacções de carvão ou hidrocarbonetos com vapor de água a alta temperatura.

O átomo de hidrogénio é o mais simples de entre todos os elementos. O isótopo mais abundante, o prótio, é constituído por um núcleo unicamente com um protão, em torno do qual orbita um electrão. Devido à sua simplicidade foi crucial no desenvolvimento dos modelos atómicos.

Harold C. Urey, descobriu  o deutério, um isótopo do hidrogénio em que o núcleo é constituído por um protão e um neutrão, através de destilações repetidas de amostras de água.  Devido a esta descoberta, Harold ganhou o prémio Nobel em 1934. Este isótopo do hidrogénio é relevante em inúmeras aplicações, nomeadamente na indústria nuclear. Apesar da diferença entre o deutério e o isótopo mais abundante ser só um neutrão, dado que o núcleo do hidrogénio é muito leve, um átomo de deutério tem aproximadamente o dobro da massa de um átomo de prótio.

Um outro isótopo de hidrogénio, o trítio, em que o núcleo é constituído por um protão e dois neutrões, assume uma importância particular nas reacções de fusão nuclear.

Copyright - Instituto Superior Técnico. Reprodução proibida
Paginas 1 2 3

  

Mapa do site

Termos de Utilização

© 2016 Prime Consulting, SA. Todos os direitos reservados